NOTICENTER | EXPOINOVAÇÃO REÚNE MAIS DE MIL PESSOAS EM DEBATES SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO

Por:
Públicada em: quarta-feira, julho 20, 2022

A 9ª edição da ExpoInovação, em Joinville, teve uma agenda focada no universo das startups.

O evento teve três dias de palestras, painéis, workshops e debates com grandes nomes do empreendedorismo e da inovação.

A programação no Ágora Tech Park iniciou com uma palestra sobre como se preparar para uma captação de investimentos.

Seguiu com espaços para debate e conexão entre fundadores e investidores.

Ao longo da última tarde do evento, os participantes do evento também puderam conhecer um pouco mais das possibilidades de investimento disponíveis no mercado com o Pitch Inverso, que contou com apresentação das iniciativas SC Angels, Invisto, Join.VC, Leonora Ventures, Darwin Startups e Media for Equity.

Por fim, foi realizada uma mesa redonda com fundadores de startups de destaque, como Sergio Cochela (Projuris), Vinícius Roveda (Conta Azul), Marcio Jacson dos Santos (Tiflux) e Adalberto Generoso (Yápoli), seguida de um momento de descontração, no qual os empreendedores puderam contar um pouco dos desafios que vivenciaram na sua trajetória de inovação.

Ao longo dos quatro dias de evento, mais de mil pessoas passaram pelas agendas realizadas nos espaços de inovação da cidade, como Ágora Tech Park e Inovaparq, superando as expectativas dos organizadores.

GOVERNANÇA E INOVAÇÃO ABERTA

As duas primeiras noites da ExpoInovação trouxeram muitos debates sobre como grandes empresas podem inovar.

Na palestra “Inovar a governança ou governar a inovação”, Anderson Godz — Board Member, fundador e investidor de diversas startups, como a Gonew — falou um pouco sobre as capacidades que precisam ser desenvolvidas para se inovar e a importância desse movimento.

O debate que abriu o evento, na segunda-feira (11/07), foi com Alencar Lehmkuhl, Diretor do Grupo CRH e Vice-presidente da ACIJ, e Bruno Salmeron, Diretor de Operações da Divisão Automotiva da Schulz. [A mediação do encontro foi feita por Luana Machado Fernandes, uma das lideranças no Projeto Nacional de Inovação do Martinelli Advogados.]

Já no segundo dia do congresso (12/07), foi a vez de discutir o que é inovação aberta e como ela vem sendo praticada no Brasil.

Exemplos de empresas nacionais e multinacionais do ecossistema catarinense foram destaque, com representantes como Alexandre Barros, Head de Inovação WEG-Tintas, Arthur Pullen de Sousa, Coordenador-Geral de Atração de Investimentos MCTI, e Lincoln Rezende, Head de Relacionamento com o Ecossistema na ArcelorMittal.

TECNOLOGIAS EMERGENTES E SEUS IMPACTOS

Web 3.0, metaverso, blockchain, tokenização.

As grandes novidades do setor tech foram destaque na terceira noite de congresso (13/07), que trouxe para discussão os impactos dessas tecnologias emergentes no mundo dos negócios e no futuro das organizações.

O painel contou com a participação de Alexandre Adoglio, CEO da Sonica Hub Web 3.0, que conduziu a conversa com Fernando Baldin, Country Manager da AutomationEdge; José Rizzo Hahn Filho, Managing Director na Accenture; João Ozório, Founder and Design Leader na YAK Tratores Elétricos, e Gabriela Martins, Especialista em Riscos Cibernéticos na AIG.

Ainda no âmbito das novas tecnologias, o evento também promoveu o 1º Encontro de Startups de Nanotecnologia, que discutiu temas como pesquisa, tecnologia, proteção de ideias e acesso a recursos.

Importantes cases do segmento, como DBM Eletrotech, Nório Nanotecnologia, DNPrime Nanomateriais, Nanofybr e Nanobiocell, estiveram presentes para compartilhar experiências e trocar ideias durante a agenda, que foi realizada no Inovaparq durante a terça-feira (12/07).

EDUCAÇÃO E IMPACTO SOCIAL

Na mesma tarde de terça-feira, o Education Talks reuniu renomados professores e educadores para debater uma educação inovadora.

Diante de tantas transformações, o evento instigou a estruturação e o desenvolvimento de estratégias didático-pedagógicas para esse momento pós-pandemia.

Após palestras sobre educação transformadora, desafios socioeconômicos que impactam o setor e educação sob o olhar da neurociência, professores de diferentes instituições — como SENAC, IFSC e Univille — apresentaram cases de sucesso na área.

Na quarta-feira (13/07), o período da tarde foi o momento de debater o papel de negócios sociais de impacto e seus desafios no V Fórum de Inovação Social.

Com o tema “Como OSC e Negócios de Impacto têm contribuído com a construção de um mundo mais pacífico, justo e sustentável (Agenda 2030)”, o evento reuniu representantes do terceiro setor, empresas, instituições de ensino, poder público e comunidade, possibilitando trocas, interações e apresentação de cases.

A ExpoInovação 2022 foi realizada pelo Comitê de Governança do Pacto pela Inovação de Joinville.

Entre os organizadores estão Join.Valle, Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (COMCITI), Softville, Ágora Tech Park, Inovaparq, Sebrae, Prefeitura Municipal de Joinville, Núcleo de Tecnologia e Inovação da Associação Empresarial de Joinville (ACIJ), Fab Lab Joinville.

O evento também conta com patrocínio de ArcelorMittal, Automation Edge, SST Advogados, Ciser, Join.Valle, Opa Bier, Univille, Stagio Marcas e Martinelli Advogados.

O palestrante Anderson Wustro, que é partner na Questum, assessoria especializada em M&A para startups, explicou:

“É um bom momento para se buscar investimento? Ouso dizer que sim. Mesmo que o cenário seja desafiador, se considerarmos 2018, 2019 e 2020, ainda estamos em uma crescente”.

“O ano de 2021 foi uma exceção. Agora, as regras do jogo mudaram, precisamos nos adaptar, mas é possível buscar recursos com uma correção do valuation”.

Wustro ainda enfatizou que a falta de planejamento é um dos principais erros que os empreendedores cometem em suas startups:

“Muitas vezes, por exemplo, ir pelo caminho da captação não é a melhor opção — um early exit, isto é, uma venda mais rápida, pode gerar um retorno muito melhor para os fundadores”.

Dionei Domingos, Diretor Presidente do Join.Valle, movimento voltado à consolidação do ecossistema de inovação de Joinville e um dos organizadores do evento, comenta:

“Agora, nosso objetivo é trazer uma edição ainda mais completa no próximo ano. Queremos transformar a ExpoInovação em uma iniciativa presente em toda a cidade, com diversos eventos satélites, feiras e oficinas que envolvam a comunidade nesse ecossistema e demonstrem que a inovação é para todos”.

FALE COM A NOSSA EQUIPE

NOTICENTER | EXPOINOVAÇÃO REÚNE MAIS DE MIL PESSOAS EM DEBATES SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO – Martinelli Advogados

Cadastre-se agora!

Deixe seu email para receber novidades do Martinelli.